sábado, 30 de agosto de 2014

Sombra no Quintal

Meu abandono 
é fluido
e imparcial.

Quando me pego
sorrindo,
não sei se é de bem
ou é de mal.

Se ele nasceu 
de um sonho ou
é retrato real.

Se um dia 
será lágrima 
ou uma sombra
no quintal.

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Urgência

Quero agora, 
não depois. 
Por que deixar 
o desejo ir embora?
Deixa cozinhar 
melhor o arroz. 

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Feriado Imaculado

A solidão
é meu lar,
onde um dia
quase fui feliz.
Onde o amor
não se fez por um triz.
Onde sempre
encontrei o que
nunca quis.