sábado, 30 de agosto de 2014

Sombra no Quintal

Meu abandono 
é fluido
e imparcial.

Quando me pego
sorrindo,
não sei se é de bem
ou é de mal.

Se ele nasceu 
de um sonho ou
é retrato real.

Se um dia 
será lágrima 
ou uma sombra
no quintal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário