sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

211212


A noite se fez dia

E tudo se apagou


Num clarão de


Mil sóis. 

A vida se esvaiu


Os sonhos perderam o sentido

O amor já não conta


E nada mais dói.

Nenhum comentário:

Postar um comentário